Quer aprender improvisar na guitarra? Veja nossas dicas

Tempo de leitura: 3 minutos

O improviso vem depois de treino e técnica, por isso, dedique-se ao instrumento e aprimore a sua habilidade

close do guitarrista no palco

Improvisar na guitarra é sinal de que você já aprendeu o básico do instrumento e está pronto para alçar voos mais altos. Mas como fazer improvisos sem perder a qualidade da música?

O blog Guitarra Agora separou algumas dicas para você desenvolver a arte de improvisar. Ah, e se errar nos primeiros sons, não se preocupe e tente de novo, porque ninguém nasceu sabendo.

Primeiramente, é essencial conhecer um pouquinho de teoria musical e os detalhes do funcionamento do instrumento. Isso porque quem nunca tocou guitarra, certamente não alcançará um padrão melódico logo de cara, no primeiro improviso.

Aliás, por que é importante aprender a improvisar na guitarra? Portanto, não basta reproduzir a música que foi decorada? A resposta é simples. O improviso dá mais prazer e satisfação, o aproxima mais do instrumento e da melodia, o deixa mais seguro para tocar, seja no grupo de amigos, na igreja ou no palco de um show.

Então, a partir de agora, veja nossas dicas sobre o que é preciso para aprender a improvisar na guitarra.

Treinar é fundamental

O professor Max Souza já disse aqui no blog que para estudar guitarra é preciso separar uns minutos do dia para se dedicar ao estudo da teoria e da prática. Sendo assim, nesses momentos, aproveite para treinar a escala pentatônica, analisar o seu próprio nível de aprendizado e domínio da técnica.

Nesse sentido, outro passo importante é repetir a escala pentatônica sobre as músicas que você já conhece. Outras escalas interessantes para o estudo da guitarra são a escala de blues e a escala maior. Assim, você vai aos poucos ganhando velocidade, que é bastante importante para desenvolver o improviso.

Ouvir e sentir muitas músicas

Independentemente do seu estilo preferido, seja de guitarra gospel, rock ou sertanejo, ouça muita música portando-se como um verdadeiro aprendiz.

Sinta cada nota, cada acorde e, então, chegue à identificação do padrão melódico, que é aquela sequência de notas que soa de forma bastante coerente e envolvente. Certamente, aprender “de ouvido” não é tão simples assim, mas você pode praticar a sua técnica até chegar ao ponto ideal.  

Estudar a parte técnica da guitarra

Sabe aquela criança que ganha um brinquedo novo e enquanto não mexe em cada detalhe não se julga satisfeita? Com a guitarra também funciona assim.

Estude a parte técnica do instrumento, conheça cada detalhe, se familiarize com ele e mergulhe em todo o seu potencial para produzir o som mais harmonioso que você tanto espera. Dessa forma, você poderá encontrar tonalidades mais rapidamente, saber as principais escalas e, finalmente, colocar em prática como se improvisar na guitarra.

Usar backing tracks para improvisar na guitarra

Embora alguns músicos não se habituem com o backing tracks (arquivos de áudios onde a faixa de um dos instrumentos é retirada para você acompanhar com o seu instrumento), ele pode ser uma boa alternativa para treinar e buscar o improviso.

Isso porque a ideia é inserir você, como guitarrista iniciante, no contexto da melodia, como se estivesse numa banda e, assim, conquiste mais segurança perante o instrumento.

Concluindo, improvisar na guitarra faz parte do seu processo de aprendizado e, por isso, não fique se sabotando se você cometer erros iniciais. O melhor a fazer é treinar.

Quer receber mais notícias sobre o ensino de guitarra? Então clique no botão abaixo e fique por dentro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *